02.jpg

“Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra. Aquele, pois, que violar um destes mandamentos, posto que dos menores, e assim ensinar aos homens, será considerado mínimo no reino dos céus; aquele, porém, que os observar e ensinar, esse será considerado grande no reino dos céus. Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no reino dos céus.” Mateus 5.17-20

Cumprir ou não cumprir a lei, eis a questão!
Entre os ouvintes de Jesus, estavam dois grupos de pessoas: os que exigiam que todos observassem a Lei ao pé da letra e os que não lhe davam importância nenhuma.
No Sermão do Monte (Mateus 5-7), Jesus se posiciona, mostrando aos fariseus que o cumprimento da Lei deve ter em foco Deus e o homem – e não o Sábado, a purificação das mãos e coisas semelhantes.
A questão da lei e da justiça também ocupa um espaço em nossas vidas. Não somos muito diferentes dos ouvintes da época de Jesus.
Não raras vezes, deparamo-nos com pessoas na sociedade que são verdadeiros “mandões” e exigem o cumprimento de leis que eles mesmos criaram, mas que nem sempre eles próprios são capazes de cumprir. Também ouvimos a respeito de pessoas que agem como se não houvesse lei alguma.
Jesus nos ensina a sermos honestos conosco mesmos. Nós somos falhos, temos limitações e precisamos de uma justiça que, realmente, nos liberte de nosso fracasso e nos conduza  à verdadeira paz.
A partir da obra salvadora de Cristo na cruz e sua esmagadora vitória sobre a morte, o mundo e o diabo, na ressureição, e da presença do Espírito de Deus em nós é que poderemos exceder a justiça dos “mandões” de nosso tempo e experimentar a realidade do céu dentro de nós e no convívio com nossos irmãos, vivendo sob uma lei libertadora.
O mandamento que Cristo nos deixou é o mandamento do amor. Só onde há amor, haverá temor a Deus e respeito ao semelhante.
Essa é a justiça que excede a dos escribas e a dos fariseus (v.20).

Autor: Pr. Claudio S. Schefer (CSS) – Extraído do Livro Meditações Diárias Castelo Forte

Michelle Martins

6 Respostas to “AOS MANDÕES, UM NOVO MANDAMENTO!”

  1. Ana Cristina Says:

    Parabéns pelo blog, tudo o que vc diz ajuda muito todos nós que lemos.
    As vezes nos piores momentos que passo, venho e acesso seu blog para me santificar.
    Que Deus lhe abençoe

  2. Marcelo Porto Says:

    OLá Gostei muito do Seu blog me ajudou BastanTe viu VLW um Abraço E E QUe DEUS Te IluMinE

  3. Salete Says:

    O seu Blog e muito rico em palavras de vitorias e sabedorias, bjs que Deus continue.

  4. joao s andrade Says:

    gostei muito do seu ensino sobre o amor

  5. Aparecida santos Says:

    Deus e fiel amoroso pai devemos sempre buscar dele um pouco mais de sua semelhança não só naimagem e semelhança mas também em seu amor e carater (*-*)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s